close

INCENTIVO: Produtores rurais são capacitados em curso de derivados de leite

Durante o curso, os produtores tiveram acesso à manipulação da matéria prima, fabricação, embalagem e comercialização

SECOM - GOVERNO DE RONDÔNIA

14 de Agosto de 2019 às 14:13

INCENTIVO: Produtores rurais são capacitados em curso de derivados de leite

Variedades de queijos e outros derivados do leite foram ensinados aos produtores da região do aeroporto em Ji-Paraná FOTO: (Divulgação)

Com 30 horas de duração, técnicos do escritório local da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) encerraram na quarta-feira (14) um curso de derivados de leite a 11 produtores rurais no Rancho Peso do Boi, na região do aeroporto José Coleto, em Ji-Paraná.

 

O curso teve a finalidade de agregar valor aos participantes que, a partir dos conhecimentos, estão habilitados a produzir e comercializar alimentos à base de leite ordenhado nos próprios sítios.

 

Reinaldo Alves Garcia pretende iniciar uma agroindústria de queijos de leite de cabra, que é uma boa fonte de proteínas, gorduras saudáveis, vitaminas e minerais. “É um produto rico em nutrientes e de fácil comercialização devido à escassez na praça”, disse Garcia, sobre as técnicas aprendidas e o desejo de se tornar uma referência em Ji-Paraná.

 

Durante o curso, os produtores tiveram acesso à manipulação da matéria prima, fabricação, embalagem e comercialização.

 

A extensionista Fátima Janones, responsável pela ministração das aulas teóricas e práticas, ensinou a fabricação de vários tipos de queijos, requeijão, coalhada, iogurte e doce. “É muito gratificante compartilhar conhecimento que incentiva e abre portas a novos empreendimentos”, declarou Janones.

 

No ramo há dez anos em queijos coalho e frescal, Sílvio Braga vislumbra ampliação do negócio. “A gente sempre aprende um pouco mais. E esse curso me despertou o interesse em trabalhar também com o queijo tipo mussarela”, falou o dono da agroindústria Braga, que já atende sete supermercados e realiza venda a varejo no feirão do produtor.

 

A iniciativa em promover curso dessa natureza é da gerência do escritório local da Emater em Ji-Paraná.

 

O gerente Gabriel Cordeiro Cavalcanti da Silva explica que atividades como essa despertam no produtor rural novas frentes de trabalho e renda. “É uma maneira de mostrar ao sitiante que existem alternativas viáveis e lucrativas”, disse Gabriel Cordeiro, exemplificando que o produtor tendo matéria prima ele mesmo pode dar destino rentável ao invés de vender a preço baixo.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS